Search

Filho de Wander Taffo , Lucas Taffo Um jovem brasileiro tentando ser artista nos EUA !


Talvez você não conheça Lucas Taffo, mas o sobrenome desse guitarrista de 20 anos é bem conhecido. Lucas é filho do falecido Wander Taffo, que tocou com o Joelho de Porco e o Secos & Molhados, acompanhou Rita Lee e Cassia Eller e, nos anos 80, fundou a banda Radio Taxi. Lucas vive hoje nos EUA, para onde foi a fim de se aprofundar no estudo da guitarra, além de tentar uma carreira profissional.

"Alguns meses depois de fazer 18 anos, eu me mudei para cá. Fui maior só por alguns meses. Porque aqui a maioridade é 21, então eu ainda sou menor...", conta Lucas, que chegou aos EUA em março de 2014 para um curso de um ano e meio no Musicians Institute (MI). O apoio da família, que bancou o curso, foi fundamental: "Eu sou muito grato pela oportunidade. Eu sei que tem muita gente que gostaria de vir para o MI. E essa experiência foi muito boa, poder estudar, tocar, ensaiar e criar música o dia todo. Antes de vir para cá eu estava terminando o colégio, estudando que nem um camelo e eu sabia que eu não queria prestar vestibular. Foi até meio frustrante, mas eu sabia que era uma fase que eu tinha que passar. Eu tinha que me formar no Ensino Médio. Mas poder viver a música da hora que acorda até a hora de dormir é uma experiência que não tem igual".

Entrevista | Lucas Taffo: Um jovem brasileiro tentando ser artista em Los Angeles - Território da Música

"Tem muita gente com talento aqui. Tem muita gente boa. O que eu aprendi desde que eu cheguei é que o talento é só uma parte. Tem que ser bom com pessoas, fazer networking. Vejo pessoas que tocam muito, mas que não conseguem trabalho. Todas as minhas 'gigs' aqui aconteceram porque eu cultivei relações com pessoas, que me indicaram para outras pessoas", enfatiza o guitarrista. Lucas está na banda Layne, toca com o Mosaic MSC e faz apresentações com as vocalistas Alex G. e Hayley Warner. A Layne é formada pela vocalista e guitarrista Layne Putnam, o baterista Alexander Rosca e o baixista Justus Dixon, além de Lucas. A sonoridade é algo entre o indie pop e o post-rock, lembrando um The 1975 mais sombrio ou talvez um Morcheeba mais jovem. A estética da banda acompanha o lado melancólico do som, com muito preto e branco nas fotos de divulgação. É a oportunidade para Lucas colocar seu lado 'São Paulo' e cinzento para fora: "As pessoas que me conhecem me acham feliz, mas isso é só uma parte. As experiências da vida acabam nos moldando. Pensando agora, esse meu jeito 'feliz' talvez seja um mecanismo de defesa. Não que eu seja triste, mas todo mundo tem seus problemas e meu jeito de pôr isso para fora é através da música. Minhas bandas e músicas favoritas todas têm um lado meio sombrio, como The Police ou Tears for Fears".

A banda Layne acabou de lançar um videoclipe para a faixa "Good" e no Spotify a canção já ultrapassou um milhão de streams.

Apesar de ser admirador do Pai, as influencias de Lucas Taffo, são mais originárias do Pop.

"Perder o meu pai não foi fácil. E muitas pessoas sempre irão me ver como 'o filho do Wander'. É um negócio que eu sempre tentei escapar, porque eu quero ser o Lucas Taffo. Até por que, musicalmente falando, eu não tenho muito a ver com meu pai. Ele era um guitarrista de rock, que fritava, tocava rápido. O meu negócio é música pop, e eu toco diferente".

Fonte : Entrevista | Lucas Taffo: Um jovem brasileiro tentando ser artista em Los Angeles - Território da Música - Lizandra ProninRedação TDM, 15/07/2016 - 18h19


#Taffo

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • White Flickr Icon
  • White Google+ Icon

© Todos os direitos reservados a Rádio Web Stay Rock Brazil