Search

Volkana: ensaio aberto marca retorno da banda aos palcos


O jornalista Antonio Celso Barbieri escreveu certa vez em seu site especializado em música que Volkana era “a melhor banda de rock de mulheres brasileiras que já existiu”. Depois de um longo hiato de quase 10 anos, a banda que liderou o metal feminino nos anos 80 retorna aos palcos num ensaio aberto aos fãs no Espaço Som, em Pinheiros, no último sábado (13).

Antes da apresentação, a banda foi recebida no Programa BR 102, na Kiss FM, e conversou com o locutor Walter Ricci sobre o retorno e expectativas, tanto em relação à programação de shows quanto a gravação do videoclipe da música “War? Where My Enemy Lies”.

Nessa nova empreitada, que promete escrever importante capítulo do metal nacional, a formação da Volkana conta com a experiente Marielle Loyola nos vocais, que assumiu a banda logo depois da saída de Eliane Raye, Sergio Facci (Vodu), na bateria, Isa Nielsen (ex-Metalmania, Detonator e as Musas do Metal) e Karen Ramos (ex-Nervosa) nas guitarras, e Priscila Tiemi (Akatsuki Band), no baixo.

Durante o ensaio, a troca de energia entre a banda e os saudosos fãs foi essencial para uma apresentação pontual e breve, mas extremamente produtiva, sobretudo para garantir aos mais saudosos que a Volkana está de volta com o mesmo peso e sonoridade que sempre foram suas marcas registradas.

No set list, composições como “To die is not to die”, “That’s my victory”, “Descent to hell”, “War? Where My Enemy Lies” e “Hide”, do álbum First, lançado em 1991, reavivaram a memória afetiva de quem curte a banda, e ofereceram um recorte significativo do que vem por ai. “Darkness” contou com a pancadaria de Fernanda Terra, ex-baterista da Nervosa. Cover obrigatório no show da Volkana, “Pet Sematary” agitou a galera. Para encerrar o show, Marielle convidou alguns fãs para outro cover de peso “Paranoid”, de Black Sabbath, e o resultado foi muito divertido.

O anuncio de retorno da Volkana aos palcos demonstra que o prazer de tocar se assemelha a um barril de pólvora e basta uma faísca para toda emoção e prazer virem à tona. E claro, se depender do entusiasmo dos músicos e dos fãs, essa chama ainda vai perpetuar em muitas outras surpresas e novidades, o tempo vai nos dizer. Vida longa à Volkana!


SIGA A STAY ROCK BRAZIL:

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • White Flickr Icon
  • White Google+ Icon

© Todos os direitos reservados a Rádio Web Stay Rock Brazil