Search

Ira! toca na integra o álbum Psicoacústica no Sesc Belenzinho


No dia 14 de setembro, a cidade de São Paulo inicia a noite com muito frio, mas isso não foi empecilho para a presença dom grande público no primeiro show da banda paulistana Ira! no Sesc Belenzinho (o segundo foi marcado no mesmo local para o dia 15), onde Nasi (vocal), Edgard Scandurra (guitarra e vocais), Evaristo Pádua (bateria), Johnny Boy (teclados e violão) e Daniel Rocha (baixo) executaram na íntegra o disco "Psicoacústica" dentro do projeto "Álbum" (que remonta a memória da música brasileira por meio de registros fonográficos que ajudaram a construir a sua história).

Esse terceiro álbum (lançado em 11 de maio de 1988) possui músicas ecléticas que transitam pelo Reggae, Rap, Psicodelia e Hard Rock, com uma temática mais existencial e social o álbum antecipa também uma tendência mundial, usando “samplers” de diversos sons nos arranjos das músicas (entre esses sons estão falas do filme “O Bandido da Luz Vermelha” de Rogério Sganzerla). Psicoaústica recebeu ótimas criticas na época, mas o público pareceu não entender a proposta da banda e frustou as expectativas da gravadora vendendo muito menos que os dois trabalhos anteriores.

Antes da entrada na banda ao palco, o som ambiente executou a música "Titoli" de Ennio Morricone, que fez parte da trilha sonora do filme "Por um Punhado de Dólares" (filme teuto-hispano-italiano de 1964 de faroeste, dirigido por Sergio Leone e estrelado por Clint Eastwood em seu primeiro papel principal). Quando foi anunciado o início do show, o público ficou em êxtase com os primeiros acordes de "Rubro Zorro" (que presta vassalagem a um dos grandes momentos do cinema brasileiro, O Bandido da Luz Vermelha, dirigido por Rogério Sganzerla). As músicas de Psicoacústica foram executadas na mesma sequencia do disco: "Manhãs de Domingo", "Poder, Sorriso, Fama", "Receita Para Se Fazer um Herói" (onde Nasi comenta que teve total liberdade da gravadora para composição do álbum, não desmerecendo os produtores), "Pegue Essa Arma", "Farto do Rock 'N Roll" (que tem o vocal de Edgard Scandurra), "Advogado do Diabo" e "Mesmo Distante".

Na segunda parte do show a banda tocou músicas dos álbuns "Vivendo e Não Aprendendo" (Flores em Você, Dias de Luta, Vitrine Viva, Envelheço na Cidade), "Mudança de Comportamento" (Núcleo Base) e "Acústico MTV" (Flerte Fatal). Boa parte das músicas a banda pedia para o público iniciar cantando enquanto as executavam.

Para o bis, o Ira! contemplou os presentes com "O Girassol", "Eu Quero Sempre Mais", "Tarde Vazia" e "O Bom e Velho Rock 'N Roll". Mesmo o público clamando, "Pobre Paulista" e "Gritos na Multidão" não fizeram parte do show. Mesmo assim, ao final todos saíram extasiados, pois além da perfeita performance da banda e execução das músicas; o Ira! mostrou porque o "Psicoacústica" entrou para a história do Rock Brasileiro (ficando entre os 100 maiores discos da música brasileira pela revista Rolling Stone Brasil) e que não precisa de muito firula para se fazer um show, basta apenas o básico: tocar Rock ‘N Roll.

Setlist:

  1. ​Rubro Zorro

  2. Manhãs de Domingo

  3. Poder, Sorriso, Fama

  4. Receita Para Se Fazer um Herói

  5. Pegue Essa Arma

  6. Farto do Rock 'N Roll

  7. Advogado do Diabo

  8. Mesmo Distante

  9. Flores em Você

  10. Dias de Luta

  11. Flerte Fatal

  12. Vitrine Viva

  13. Envelheço na Cidade

  14. Núcleo Base

  15. O Girassol

  16. Eu Quero Sempre Mais

  17. Tarde Vazia

  18. O Bom e Velho Rock 'N Roll

#Ira #resenha #SescBelenzinho

SIGA A STAY ROCK BRAZIL:

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • White Flickr Icon
  • White Google+ Icon

© Todos os direitos reservados a Rádio Web Stay Rock Brazil