Search

Aisles, do Chile, lança Megalomania, entre o progressivo e o eletrônico



A banda chilena Aisles, de Santiago, com sua mescla moderna e única de rock progressivo e elementos eletrônicos, apresenta o terceiro single do quinto disco a ser lançado em 2022. A música é ‘Megalomania", que chega às plataformas digitais pela Presagio Records. O single também ganhou um impactante videoclipe, repleto de mensagens e discussões pertinentes ao momento em que vive a humanidade.

Ouça Megalomania e assista ao videoclipe aqui: https://music.aislesproject.com/MEGALOMANIA2021.

‘Megalomania’ foi influenciada pelo peso de Animals as Leaders e pelo som eletrônico de Richard Spaven e dos últimos álbuns de Muse. “É uma ode à escuridão e à nostalgia do que ficou para trás e da força interna que o empurra para frente”, explica Germán Vergara, guitarrista do grupo.

As letras são inspiradas no “uso do prazer para encobrir a dor. É como dizer que a beleza vai te arrastar para baixo, vai levar sua alma, vai curar sua ferida”, completa.

A faixa foi gravada no Estudio del Sur, produzida por Angelo Marini e Germán Vergara, mixada por Pepe Lastarria (Kuervos del Sur, Nunca Seremos Dichosos) e masterizada pelo engenheiro americano Randy Merrill (Muse, Paul McCartney, Beck, Liam Gallagher).

Antes de ‘Megalomania’, o Aisles, lançou ‘Fast’ no dia 4 de junho e 'Disobedience', no dia 15 de julho.

O vídeo foi dirigido pelo renomado cineasta chileno Bernardo Quesney (Gianluca, Dënver, Gepe) e o roteiro foi escrito por Vergara.

“O clipe é sobre uma relação poligâmica que chega ao fim. Os personagens lidam com essa separação de forma compulsiva, tentando preencher o vazio nas múltiplas relações sexuais com outras pessoas”, explica Vergara.

“O vídeo também é sobre intolerância com outras formas de vida, violência contra minorias sexuais e visões alternativas de vida. É uma história de amor verdadeiro com final infeliz”, afirma o guitarrista.



Relação com o Brasil O baterista Felipe Candia fala sobre a sua relação com o Brasil: "Já toquei várias vezes no Brasil e adoro que a cultura local respire em todas as cidades. Minhas bandas preferidas do Brasil vão do Sepultura ao guitarrista Yamandu Costa e clássicos como Tom Jobim e Toquinho, que nos influenciaram muito". Germán Vergara, o guitarrista, acrescenta:

"Nossa história com o Brasil começou quando formamos a banda - o primeiro tecladista era brasileiro. Tem artistas que me marcaram muito, Egberto Gismonti, Hermeto Pascual, Elis Regina, a riqueza harmônica da música brasileira e sua sofisticação muitos nos marcaram".



Foto: Ignacio Gálvez


Novo disco em 2022 Neste momento, a banda está em processo de finalização do quinto álbum de estúdio. Nesse novo álbum, o sexteto deixa para trás o conceito e a sonoridade de “Hawaii” (2016) para se abrir para um som mais direto e poderoso, inspirado pela trajetória de bandas como Porcupine Tree, Rush e Animals As Leaders.

“Fizemos um trabalho muito exaustivo, colocamos pressão sobre nós mesmos para nos renovarmos e mudarmos nosso paradigma”, afirma Vergara.


A banda De Santiago, do Chile, e com quatro aclamados álbuns de estúdio, Aisles se tornou uma das bandas progressiva sul-americana mais importantes das últimas duas décadas. Suas melodias intrincadas e abertura sonora refletem uma abordagem musical incomparável.

O Aisles já se apresentou na América do Norte, América do Sul e Europa, e já tocou por diversas regiões do Chile, abrindo para bandas icônicas como Marillion e Focus.

Em 2005, lançaram o álbum de estreia, intitulado "The Yearning", com prensagem em CD no Chile e nos Estados Unidos, e elogiado pelo trabalho melódico elegante e delicado, especialmente em canções épicas como "The Wharf that Holds His Vessel" e "Cinza".

Em 2009, o segundo álbum, "In Sudden Walks", inspirado no teatro e na literatura clássica, foi indicado para Melhor Álbum Estrangeiro no Prog Awards na Itália.

A banda também participou da 11ª edição do Festival de Rock Progressif Crescendo, na França.

O terceiro trabalho, “4:45 AM”, que investigou a solidão do ser humano, foi publicado em 2013. Recebeu ótimas críticas e foi classificado entre os melhores álbuns daquele ano em inúmeras publicações especializadas em rock progressivo pelo mundo.

“Hawaii” (julho de 2016) é o quarto álbum, duplo conceitual, que narra a vida da humanidade no espaço após a destruição da Terra. Foi eleito entre os melhores álbuns do ano por veículos de comunicação como Prog (Inglaterra), NeoProg (França), Headbangers Latinos (México), Aural Moon (EUA) e Rockaxis (Chile). O sucesso do álbum permitiu que fizessem turnês pela Europa, Estados Unidos e México.

Em 2018, como encerramento do ciclo de “Hawaii”, o Aisles publicou o EP “Live from Estudio del Sur”, complementado com quatro vídeos gravados ao vivo que se encontram no YouTube.

Após a saída de seu vocalista original, Sebastián Vergara, no final daquele ano, o Aisles apresentou em setembro de 2020 seu novo vocalista, Israel Gil, com quem reiniciou sua constante evolução artística publicando “Smile of Tears”, uma nova versão de a música do álbum "In Sudden Walks".


Aisles nas rede sociais instagram.com/aislesproject facebook.com/Aislesproject www.aislesproject.com

Aisles é: Israel Gil: voz Germán Vergara: guitarra, vocais Felipe Candia: bateria, percussão Rodrigo Sepúlveda: guitarra, vocais Daniel Concha: baixo Juan Pablo Gaete: teclados


Contato para a imprensa