Search

Confira 7 bandas autorais mineiras que fazem um som diferenciado

Updated: Sep 2


Minas Gerais, além do famoso pão de queijo, também produz bandas autorais diferenciadas em vários estilos. Segue , abaixo , um apanhado de 7 artistas que fazem um trabalho sério e de qualidade. Pegue aquela cachacinha especial do sítio do seu tio do interior de MG, acesse os links , curta as músicas e siga as bandas nas redes sociais.

Divirta-se !

Revolução

Revolução é um projeto que começou em meados de 2014 como banda, mas busca ser um projeto que vai além do som em si, tornando-se um movimento. A ideia é começar um luta pela implementação da Democracia Direta no Brasil. Utópico? Sim, mas é disso que se trata uma Revolução. A banda já teve algumas formações, e, ao longo dos anos já foram gravados 4 CD's ,um EP e um DVD ao vivo. Tudo na cidade de Belo Horizonte. Nos próximos dias sai o primeiro single da banda com videoclipe e é o primeiro material inédito nesse turbulento ano de 2020. A faixa se chama Vejo Demônios em Você. O som da banda é variado mas, como Johnny Kiff é o membro mais efetivo da banda, as influências giram em torno do Pós-Punk, Rock inglês e poesia com causas sociais. Confira, abaixo, a música Fake News cujo clipe conta, inclusive, com uma invasão alienígena nos céus da Lagoa da Pampulha.

Links Youtube Youtube: https://www.youtube.com/RockRevolucao

Site http://rockrevolucao.com.br/

Facebook https://goo.gl/eKyjX6

Spotify https://goo.gl/cMMRNx

iTunes https://goo.gl/UUzh00

Deezer https://goo.gl/B6Tfcb



80 Rock

A banda é formada por Clayson Gomes (vocal e baixo), Cristiano Plácido (guitarra), Lúcio Machado (teclado) e Nério Vitor (bateria). Criada em 2013 pelos integrantes Clayson Gomes e Cristiano Plácido, a banda 80 Rock lançou em agosto de 2015 o EP ‘Nem Tudo Está Perdido’ e, em fevereiro de 2018, o seu segundo trabalho, ‘Destino’. As composições de suas músicas têm fortes influências do rock clássico e do progressive rock. Os EPS ‘Nem Tudo Está Perdido’ e Destino estão veiculados na programação de diversas rádios e web rádios do Brasil, Espanha, Portugal, Chile, Argentina, Estados Unidos, Italia, Noruega, Cabo Verde, Nicaragua, Uruguai, Colombia, Perú etc. O trabalho da 80 Rock também está presente em algumas coletâneas de sites especializados em música como Coletaneas de diversos sites e radios especializadas em rock como: Roadie Metal, Stay Rock Brazil, Rock Nation, Metal 2012 do Chile etc. Em 2016, a banda participou de diversos festivais, como o Festival MUSA, onde dividiram o palco com novos nomes da cena autoral de Belo Horizonte, como Senior El, Faca Amolada e Miêta. Foram classificados para o Segundo Concurso de Músicas Autorais, do Vitrola Música Bar, e premiada nas categorias melhor música autoral, melhor letra, melhor banda Autoral e melhor instrumento diferenciado, no Festival Big Rock, que aconteceu em Nova Lima, classificados para a semifinais do Festival Somos O Som no Cine Theatro Brasil Vallourec, vencedores do Festival de música de Vespasiano em novembro de 2017 e finalista do Festival Garagem Rock 2018 realizado no Matriz Casa Cultural.

No dia 15/07/2020, lançamos em todas as plataformas digitais o single Quatro Cantos de Lugar Nenhum que fará parte do EP Asas Para Voar com previsão de lançamento para 2021.

Links

Facebook: https://www.facebook.com/banda80rock/?fref=ts

Soundcloud: https://soundcloud.com/banda80rock

Spotify: https://open.spotify.com/artist/1R2SXzHYfEyDYOAHhA9iGB

iTunes: https://itunes.apple.com/us/album/id107795 7190

Google Play: https://play.google.com/store/music/album?id=Bdoiqnk7mx6ugfdb2ylkz2q7ugi

Deezer: http://www.deezer.com/album/12303906




Senhor Kalota

Formada por três músicos atuantes na cena autoral brasileira, “Senhor Kalota” é uma banda que promove a mistura de Ska com Pop e Rock, trazendo ainda boas pitadas de Blues, Dub e Reggae. O som do trio mineiro promove o resgate dos estilos oitentistas, apostando sempre na liberdade musical. Integrada por Visso Lana na guitarra e vocal, Alexandre Deléo no baixo e backing vocal e Léo Lago na bateria e backing vocal, a banda realiza uma alquimia rítmica acentuada que, após quatro anos de processo evolutivo, já alcançou várias conquistas. A banda possui dois álbuns de estúdio e um DVD/CD: “Dois Iguais”, lançado em 2014 em parceria com o Selo Carioca Astronauta Discos. Um DVD/CD (Que se Dane!), de forma independente, gravado ao vivo em Belo Horizonte, no Cine Theatro Brasil em meados de 2015, e “Garatuja”, lançado também de forma independente, em Abril de 2017, com 13 faixas autorais mostrando o amadurecimento da banda, e que conta com a participação de parceiros como: Wilson Sideral na faixa “Desejo Austral”; João Fera, tecladista dos Paralamas do Sucesso em “Um Vão”, e o grande artista e mestre Senegalês Mamour Ba, em “Minhas Dúvidas”.

Em 2019, a banda volta à casa que os lançou em 2014, o selo Carioca Astronauta Discos, trazendo todo seu catálogo. E reestreia, lançando em outubro de 2019 o EP “Garatuja Lado B”, com repertório de três músicas que ficaram de fora do último álbum de estúdio da banda, “Garatuja”.

Em junho de 2020, com Produção Executiva de Leonardo Rivera, a Senhor Kalota lança o single “Não vou me Adaptar”, autorizado pelo autor Nando Reis (ex. Titãs), no Projeto “Vale a Pena Gravar de Novo”, que surgiu para comemorar, 20 anos de Selo Fonográfico Astronauta Discos. Single esse, gravado pela Banda Mineira em 2016.

Links:

Site www.senhorkalota.com.br

Facebook www.facebook.com/senhorkalota

Youtube www.youtube.com/senhorkalota

Instagram www.instagram.com/senhorkalota

www.universalmusic.com.br/artista/senhor-kalota

Fã Clube: WWW.instagram.com/kaloteiros_FC



Luis Curinga

Luis Curinga é músico, compositor, arranjador, escritor e produtor. Foi integrante do Coral Guilherme A. Laje e Diretor do Projeto SEHVAM (Sistema Especial Humano de Valorização dos Artistas Músicos). Ele possui uma vida em cima dos palcos, com seu trabalho autoral e a sua banda “Pau com Arame” com 6 CDs lançados. Luis continua na estrada com seu som fundamentado no bom e velho Rock and Roll, com uma pitada deliciosamente exagerada nas guitarras.

As guitarras excêntricas e nervosas do seu Rock são viagens sonoras diferentes, coisa difícil hoje em dia.Conhecido também como Luis Fun, Luis Curinga possui uma grande gama de seguidores nas redes sociais.

Contatos:

luiscuringa@gmail.com

Instagran: @luisfunvision

Telefones(31) 981051212 ou (31) 988081088



Lucas Rinor

A busca das raízes é o motivo da grande jornada e a beleza da estrada é a desculpa. E esse é o clima do show do Lucas Rinor que faz uma fusão entre o ar das montanhas e dos bares de beira de estrada.

Lucas Rinor nasceu na cidade de Vitória da Conquista, mais precisamente às margens do Rio Gavião. No ano de 2001, mudou-se para Belo Horizonte onde estudou Guitarra com os grandes nomes da cidade. O interesse pelo Rock e pela música rural levou-o a outros gêneros como o Jazz, o Folk, o Blues, o Country e a música Caipira.

Hoje, Lucas Rinor excursiona por Minas Gerais levando o seu trabalho como intérprete e tocando músicas de sua autoria. Canções que fazem referência à beleza, à estrada, à natureza, ao amor e à verdade. Lucas encontra-se em turnê pelo país divulgando o seu terceiro álbum: Pela Highway e Alguns Trocados.

Links

Instagram: https://www.instagram.com/lucasrinor

Twiter: https://twitter.com/lucasrinor

Youtube: https://youtube.com/lrinor

Facebook: https://www.facebook.com/LucasRinor/



Aldrin Gandra

Seu primeiro trabalho autoral, Quadrado Azul, foi gravado em 2011. Esse registro veio mostrar ao público sua sonoridade e composições no decorrer de vários anos. A canção Quadrado Azul que dá nome ao CD reflete, sobretudo, às discrepâncias sociais, violência, abusos de todos os níveis, inconsciência ecológica,etc. O trabalho visa não só o estilo romântico, mas também alertar e transmitir ao público a insatisfação social com tais descasos. A música segundo o compositor, tem esse efeito multiplicador, e não serve apenas para entreter.

O compositor mostra em seu “Quadrado azul” temas do cotidiano, de relações interpessoais, ancoradas e embasadas em sua formação em Psicologia. O CD Quadrado Azul conta com 14 composições de sua autoria, dividindo autoria da música "Estradas" com Cláudio Faria.O trabalho teve elogio de músicos como Fernando Brant e Roberto Menescal.Aldrin Gandra lançou ,em 2018, um novo trabalho. Duas novas canções em áudio e vídeo: “Acabar com a guerra “ e “Simples Assim”, uma música que fala do amor e do poder de nos transportar para lugares inimagináveis através do amor.

Já “Acabar Com a Guerra ” traz forte influência do compositor do Rock nacional dos anos 80. A música é um protesto a respeito das guerras, sobretudo, da guerra na Síria. Um questionamento das diferenças, do extermínio de civis e crianças. A música questiona como os homens conduzem hoje as diferenças, e também traz uma mensagem de paz, esperança e vida.Esse novo trabalho contou com Aldrin Gandra nos violões, guitarras, arranjos e voz, Fabinho Gonçalves nos arranjos e violões, Leo Pires bateria, Sérgio Rabelo Cello, Emerson Soares Baixo e Cristiano Caldas nos pianos e teclados.

O compositor gravou, em 2020, mais três canções : “Duas Pessoas”, “Me sinto só” e “Tá tudo certo”. Produziu também o clipe da música “Duas Pessoas” que já está pronto para ser lançado. Todas as canções estão disponíveis nas plataformas digitais. Contato: Aldrin Gandra email: aldringandra@hotmail.com Tel: 31 9945 84 51 Instagran: @aldringandraa

Facebook : aldringandra/facebook

Youtube : https://www.youtube.com/user/aldringandra

Sub Rosa

A banda foi criada em 2006, em Minas Gerais, com influências de Pink Floyd e The Beatles. O grupo gravou um CD demo, com três músicas, em 2007. O primeiro álbum oficial, o conceitual “The Gigsaw”, foi lançado em 2009. Muito elogiado por seu elaborado conceito, musicalidade e simbologia. Até 2015, mais de 15.000 cópias do disco haviam sido vendidas para todo o mundo, de forma independente, com o apoio de pequenas distribuidoras dos EUA e Europa Os maiores diferenciais do Rock Progressivo da SUB ROSA estão na simplicidade das músicas (que – sejam suítes ou canções – buscam ser acessíveis a qualquer público, sem se descuidar da qualidade) e nas letras, que tratam das inquietações da alma humana, em uma abordagem que bebe das fontes da filosofia, da psicologia e das Escolas de Mistérios da Antiguidade.

Mais do que fazer música, o objetivo da SUB ROSA é levar a mensagem de que podemos e precisamos tornar esse mundo um lugar melhor.

FORMAÇÃO:

Bárbara Laranjeira: Bateria e voz

Rudolf Pinto: Guitarras

Reinaldo José: Baixo e voz

Antônio “ToSan” Ribeiro: teclados

Alexandre Salgueiro: Teclados e Voz

Links

Facebook: /subrosaofficial –

YouTube: /subrosaofficial –

Instagram: @sub_rosa_band –

Twitter: OfficialSubRosa

Contato: subrosabr@gmail.com





Texto escrito por Oswaldo Marques

Facebook: https://www.facebook.com/oswaldo5150/


Canal do Youtube com dicas para bandas autorais www.youtube.com/user/oswaldosolo


Instagram: @oswaldoguitar


SIGA A STAY ROCK BRAZIL:

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • White Flickr Icon
  • White Google+ Icon

© Todos os direitos reservados a Rádio Web Stay Rock Brazil