Search

Dirty Glory encerra atividades com álbum vitorioso


"Miss Behave" coloca ponto final na carreira de uma década da banda paulistana de hard rock | Foto: Carmen Fernandes (@carmenfernandesfotografia)


Após ser um dos destaques da segunda edição do festival online beneficente "Hard Power United", realizado nos dias 9 e 10 de outubro no canal Alma Hard no YouTube, o Dirty Glory informa o encerramento de suas atividades. O grupo paulistano de hard rock sai de cena promovendo o álbum "Miss Behave", que superou as expectativas e vem sendo elogiado pelos fãs e pela mídia. "Saio de cena confiante e orgulhoso de tudo que fizemos nestes dez anos, sempre com o coração na ponta da chuteira. A gente canta o que a gente é! O Dirty Glory existiu para dar vida à música que habita nos nossos ouvidos e nos conectar com quem pensa como a gente ou passou pelo que passamos", comentou o guitarrista Reichhardt. "Uma alegria de ter feito parte dessa história, ter ajudado a criar esse trabalho que fica para sempre, e feito amigos que levarei pra vida toda. Só tenho a agradecer", acrescentou o vocalista Jimmi DG.

Os músicos fazem questão de deixar claro que uma despedida não precisa necessariamente ser algo triste. O baterista Sas recorda que um terço de sua vida foi junto ao Dirty Glory. "Foram dez anos, um terço da minha vida. Tive a oportunidade de realizar um dos meus maiores sonhos junto aos meus melhores amigos e pessoas incríveis. Foi perfeito".

Confira o comunicado da banda na íntegra:

"O Dirty Glory nasceu com a finalidade de transformar o sonho de cinco caras em realidade. Ter uma banda, compor música autoral, fazer parte de uma cena, da história do hard rock brasileiro, tocar, tocar e tocar! Foram dez anos de muito trabalho, muitas conquistas, muitos sonhos realizados, muitas amizades, muita risada e muitos porres, mas chegou a hora de dizer adeus.

Durante esses anos, conquistamos participação em festivais com bandas do primeiro escalão como Sepultura; estar entre os melhores discos do ano pela Roadie Crew, bem como estar entre os instrumentistas mais importantes daquele ano; distribuição mundial do debut, 'Mind The Gap', com amigos mandando fotos do disco em prateleiras em países distantes; sermos selecionados em um concurso de bandas para fazer uma live no CCSP promovido pela prefeitura e pela KISS FM. Mais recentemente, lançar o segundo disco vendo a crítica empolgada dizer que supera o primeiro, jornalista dizer que tem potencial para se tornar um clássico do hard rock nacional, sermos ouvidos e ovacionados por músicos que tocam com graúdos como David Lee Roth, shows, estradas e, é claro, lançamos a nossa própria cerveja!

Não poderíamos deixar de agradecer o apoio, carinho, confiança, dedicação e empolgação de todas as pessoas queridas, parceiros, profissionais, fãs e amigos que fizemos ao longo desses anos.

No total, foram: um EP ("It’s On!"), três singles ("Every Time I Think About You", "Mr. Jack" acústico e "Uma Noite e Meia") e dois discos ("Mind The Gap" e "Miss Behave"). Quem acompanha, percebe cada fase e cada transformação, um degrau de cada vez. O Dirty Glory nunca propagou nada que não fosse a voz honesta que tem dentro de cada um de seus integrantes, ignorando por completo qualquer clichê, temática ou fórmula pronta do estilo. Porém, as transformações continuam e está na hora de deixar o Dirty Glory em seu lugar de destaque, na memória e no coração, para sonhar novos sonhos! E que sejam tão doces quanto este foi. Saímos de cena deixando um clipe para que este passo não seja lamentado, mas apreciado como a música tem que ser e alegre como a gente é. A obra completa do Dirty Glory permanecerá disponível nos apps de streaming e no Youtube. Obrigado a todos que fizeram parte deste sonho. Dirty Glory". Veja o clipe de "Solid Brand" em https://youtu.be/5pSCoBk6Oeo

Ouça nas plataformas de streaming em https://dirtyglory.hearnow.com/miss-behave Spotify: https://bityli.com/fHjUo Deezer: https://bityli.com/SlPYh

O QUE A MÍDIA DISSE SOBRE "MISS BEHAVE": "'Miss Behave' tem potencial para se tornar um clássico do rard nock nacional" – Leandro Coppi (Revista Roadie Crew)

"O que nasceu esbanjando potencial em 'Mind the Gap' ficou ainda melhor! Em 'Miss Behave', o Dirty Glory apresenta dez músicas cheias de riffs e refrãos irresistíveis, num hard rock que o mundo precisa conhecer. Agora" – Daniel Dutra (Canal Resenhando, Revista Roadie Crew)

"Uma viagem aos anos 80, mas que ainda faz você se sentir em 2021. Nostálgico e moderno" – Marcel Costa, produtor e apresentador da rádio Kiss FM (Programa Autoral Brasil)

"O novo trabalho do Dirty Glory demonstra como o estilo deve ser: alto, melódico e viciante!" – Leandro Isoppo (Alma Hard)

"Poderoso, excitante e viciante. É como ouvir rock pela primeira vez!" – Dane Taranha (Apresentadora 89 FM e TNT)

"Não pode haver glória onde não há virtude. E onde há virtude de sobra, há o hard rock do Dirty Glory. Que som, meus amigos!" – Marcelo Vieira Music

"Hardzão raiz que não deve em nada para as bandas internacionais do gênero" – Márcio "Bobas" Brum - Programa Máquina do Tempo

"O hard rock não precisa seguir a risca cartilhas old school para soar relevante. O Dirty Glory prova que a modernidade é uma grande aliada!" – Johnny Z. (Metal na Lata) Sites relacionados: facebook.com/dirtyglory

instagram.com/dirtyglory_official youtube.com/dirtygloryband E-mail: contato@dirtyglory.com